Tem um pedido médico e precisa de ajuda?
Envie a foto do seu pedido médico e retornamos um orçamento com os melhores preços para você!

HPV Quadrivalente

Obs: Não disponível para venda no momento

A vacina de HPV (Human Papiloma Virus) é uma vacina quadrivalente que protege contra os quatro tipos de vírus HPV do sorogrupo 6, 11, 16 e 18, principais responsáveis por infecções persistentes e lesões pré-cancerosas. Além da prevenção de Condilomas (verrugas genitais), a vacina de HPV tem significativa importância na prevenção de alguns tipos de Cânceres, como, colo do útero, vulva, vagina, ânus e até Câncer de cabeça e pescoço. Possui esquema vacinal de 2 ou 3 doses dependendo da idade de início da vacinação e sua administração é intramuscular. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda a vacinação para crianças somente a partir dos 9 anos de idade (para meninos e meninas). Já na fase adulta a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomenda a vacinação até os 45 anos para mulheres e 26 anos para homens. É uma vacina importante para mulheres que pensam em engravidar, no entanto, é contraindicada para gestantes.

Pode ser encontrada no CEDIRLAB para crianças a partir dos 9 anos de idade até o público adulto de ambos os sexos. No SUS é disponibilizada somente para meninas e meninos até os 14 anos e para pacientes especiais nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE).

A Vacina de HPV Quadrivalente protege contra:

Verrugas genitais e infecções persistentes, lesões pré-malignas e malignas causadas pelos tipos de HPV 6,11,16,18. É indicada para prevenção de verrugas genitais, também chamadas de condilomas (HPV 6 e 11), e também para a prevenção dos cânceres relacionados ao HPV 16 e 18, como os de vulva, vagina, colo de útero, ânus, cavidade oral, traqueia, e pênis.

A Vacina de HPV Quadrivalente é indicada para:

– A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomendam a vacinação para ambos os sexos a partir dos 9 anos de idade, o mais precocemente possível. Homens e mulheres em idades fora da faixa de licenciamento (homens acima de 27 anos e mulheres acima de 45 anos) também podem ser beneficiados com a vacinação, de acordo com critério médico; – Pessoas​ já infectadas por um tipo de papilomavírus humano podem se beneficiar da vacinação ao prevenir a infecção por outros tipos de HPV contidos na vacina.

Contraindicação da Vacina de HPV Quadrivalente:

– Pessoas que apresentaram anafilaxia após receber uma dose da vacina ou a algum de seus componentes;
– À princípio, gestantes devem adiar a vacinação.

Doses da Vacina de HPV Quadrivalente:

– A vacina é licenciada para meninas e mulheres a partir dos 9 até os 45 anos, e para meninos e homens entre 9 e 26 anos. O esquema deve ser iniciado o mais cedo possível;
– São recomendadas duas ou três doses, dependendo da idade de início da vacinação;
– Para ambos os sexos de 9 a 14 anos, 11 meses e 29 dias: duas doses, com intervalo de seis meses entre elas (0 – 6 meses);
– Para ambos os sexos a partir dos 15 anos: três doses, a segunda dose dois meses após a primeira, e a terceira dose seis meses após a primeira dose (0 – 2 – 6 meses);
– Independentemente da idade, pessoas imunodeprimidas por doença ou por algum tratamento devem receber três doses: a segunda, dois meses após a primeira dose, e a terceira seis meses após a primeira dose (0 – 2 – 6 meses), da mesma forma que para pessoas acima de 15 anos;
– Homens e mulheres em idades fora da faixa de licenciamento (homens acima de 27 anos e mulheres acima de 45 anos) também podem ser beneficiados com a vacinação, de acordo com critério médico.

Como é aplicada a Vacina de HPV Quadrivalente:

Intramuscular

Diferenciais da Vacina de HPV Quadrivalente:

VACINA PÚBLICA

VACINA PARTICULAR

Disponível apenas para algumas faixas etárias ou para pessoas em condições especiais;
Disponível para todas as faixas etárias;
Apresentação é multidose (mais de uma dose por frasco), que contém timerosal (derivado do mercúrio) como conservante.
Apresentação é sempre em doses individuais.

Quais as possíveis reações da Vacina de HPV Quadrivalente?

ORIENTAÇÕES:
– Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação;
– Qualquer sintoma grave e/ou inesperado após a vacinação deve ser notificado ao Cedirlab;
– Sintomas de eventos adversos graves ou persistentes, que se prolongam por mais de 24 a 72 horas (dependendo do sintoma), devem ser investigados para verificação de outras causas.

Qual a composição da Vacina de HPV Quadrivalente?

Proteína L12,3do Papilomavírus Humano 1 Tipo 6
Proteína L12,3do Papilomavírus Humano 1 Tipo 11
Proteína L12,3do Papilomavírus Humano 1 Tipo 16
Proteína L12,3do Papilomavírus Humano 1 Tipo 18

IMPORTANTE:
Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença.

Como me preparo para tomar a Vacina de HPV Quadrivalente?

– Antes da vacinação, é preciso verificar sobre a possibilidade de gravidez. Contudo, se a vacina for aplicada sem que se saiba da gravidez, nenhuma intervenção se faz necessária.
– Não são necessários cuidados especiais antes da vacinação;
– Em caso de febre, deve-se adiar a vacinação até que ocorra a melhora.

A Vacina de HPV Quadrivalente é disponibilizada no SUS?

Disponível nas Unidades Básicas de Saúde para:
– Meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos no esquema de duas doses (0-6 meses);
– Pessoas de 9 a 26 anos nas seguintes condições: Com HIV/Aids; Transplantados; Pacientes oncológicos em tratamento com radioterapia ou quimioterapia podem ser vacinadas nas Unidades Básicas de Saúde ou nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE);
– O esquema para essas pessoas é o de três doses (0 – 1 a 2 – 6 meses).

A vacina de HPV (Human Papiloma Virus) é uma vacina quadrivalente que protege contra os quatro tipos de vírus HPV do sorogrupo 6, 11, 16 e 18, principais responsáveis por infecções persistentes e lesões pré-cancerosas.

Mais exames